Algumas Definições

https://www.rnbi.com.br

 

 

 

Algumas definições

 

 

 
 

 

 
 

Algumas definições:

 

No nosso conceito, bens são todos os objetos que você compra para seu uso, seja ele uma ferramenta, uma roupa, um equipamento.

 

Nós também consideramos um tipo de bem os seus documentos, pois é claro que sendo seu o documento e usado erradamente, pode lhe causar prejuízo financeiro e até mesmo embaraçar você judicialmente, por isso, colocamos os documentos também no nosso sistema.

 

Mesmo quando o bem, possui um número de série de fábrica, nós aconselhamos a inclusão de uma marcação extra, a fim de dificultar o máximo a comercialização desse bem, caso seja roubado, furtado ou extraviado.

 

Classificação de bens, segundo seus componentes.

São duas as classificações de bens, segundo seus componentes, são elas:

Definição de bens simples – Nós classificamos como bens simples, aqueles que tecnicamente são uma peça única, como uma ferramenta, uma vestimenta, um calçado. Esses bens, para serem identificados, necessitam apenas de uma marcação.

 

Definição de bens compostos – Classificamos como bens compostos, aqueles onde duas ou mais peças individuais que podem ser vendidas em separado e que juntas formatam uma peça, como por exemplo, um celular (aparelho+bateria) uma moto (corpo+rodas+motor). Esses tipos de bens se faz necessário no mínimo 02 marcações.

Existem bens que tem uma infinidade de peças individuais, em sua composição, como por exemplo o carro.

 

Cada peça que compõe um carro, é sim um bem individual, que no conjunto de bens que formatam o carro compõem o bem maior que é o próprio carro.

 

Quando automóveis são roubados, sãos desmontados para que suas peças sejam vendidas individualmente. Um carro com mais de 10 anos, poderá alcançar um valor de revenda duas vezes maior, se for vendido em pedaços e é por isso que roubam-se carros mais antigos, para abastecer o mercado de peças roubadas.

 

Nosso sistema, procede a identificação das peças de um veículo, pois somos capazes de marcar peça a peça e relacionar essas peças num banco de dados. Se um dia esse veículo é roubado, e suas peças são vendidas, quem comprar essa peça, corre o risco de cair nas mãos da polícia, pois com a análise da marca que produzimos na peça do carro identificado por nós, aliada com a consulta em nosso sistema, chega-se ao proprietário do carro, ou melhor dizendo ao proprietário que identificou o carro conosco.

 

Ferramentas e equipamento, tais como máquinas de furar, serra mármore e outros equipamentos, saem de fábrica com um número de série, estampados em uma etiqueta, facilmente removível. Nos produzimos neses equipamentos uma marcação que não se remove e não se adultera. Essa marcação é unida ao proprietário do equipamento e ao número de série dele, e mesmo que haja a extração da etiqueta, consegu-se chegar ao seu último dono.

 

Bicicletas, tablets, barcos, pequenas aeronaves, jet sky, skates, pranchas de surf, nada é identificado legalmente, nada está atrelado a um banco de dados e por isso as pessoas roubam e vendem sem problemas.

 

Nossa identificação, poderá ser incluída nos objetos, ainda na fabricação ou depois dos objetos já prontos.

Poderemos criar uma sequência numérica ou alfa numérica para pre consignar com o fabricante, bastando para isso que ele a inclua no seu plano de fabricação, o resto é com a nossa empresa.

Razões e vantagens, para uma empresa identificar os produtos que vende ou fabrica.


Para explicar isso, poderíamos aqui elencar centenas de razões, no entanto vamos elencar apenas as razões básicas do nosso sistema e as vantagens, tanto para sua empresa quanto para quem compra.


Hoje quando compramos um objeto no comércio local, como no caso por exemplo, as mercadorias vendidas em sua loja apenas a nota fiscal, recebida no caixa, comprova a compra. Mesmo assim a nota fiscal comprova que uma determinada mercadoria foi comprada, no entanto não identifica essa mercadoria num lote de mercadorias iguais.

 

Se essa mercadoria tivesse uma identificação, númérica, esse cliente já sairia da loja com esse número que consta nessa mercadoria atrelado ao CPF o que seria bom para você nos seguintes aspectos:

  • Você agrega valores a suas mercadorias, identificando e personalizando as peças vendidas.

  • Você deixaria o grupo de empresas que vendem mercadorias semelhantes e não personalizadas, e passaria a um seleto grupo de empresas que personaliza a mercadoria vendida ao seu cliente, através do número de série.

  • Você evita a fraude da peça com defeito, pois muitos compram uma peça em sua loja, usam e danificam, voltam no dia seguinte e compram outra peça identica e depois retornam com a que danificaram por mau uso e trocam essa peça na loja e o prejuízo é seu. Isso acontece muito com quem fabrica os produtos que vendem. Isso sem contar as ações judiciais, que muitos, já com essa intenção, procedem dessa forma.

  • Uma peça de um determinado lote, recebe um determinado lote de identificação e fica muito mais fácil para você identificar maus procedimentos de fabricação, quem fechou as peças em sua fábrica, quem do sistema de qualidade falhou em aprovar essa peça para comércio.

  • Identificando suas peças, você demonstra ao público em geral, que sua responsabilida com o que você fábrica, é sempre monitorada, pois até mesmo a antiguidade da peça, contada do dia em que foi fabricada até o dia em que foi entregue ao seu cliente, foi computada por você.

  • O sistema por si só impede, e dificulta fraudes em seus estoques e desvios de mercadorias, se sua loja for roubada, e suas mercadorias subtraídas, fica mais fácil encontrar as mercadorias roubadas, por que mesmo que ladrões retirem a etiqueta de fábrica com o numero da mercadoria, isso por si só já comprova que essa mercadoria não tem procedência.

  • Mercadorias compradas com cartões clonados, passam a ter um numero de identificação e podem por eventualidade ou investigação policial serem encontradas e os culpados presos.

  • Com certeza você afasta de suas lojas estelionatários, uma vez que sendo identificada a mercadoria e isso tornando-se publico, não a identificação, mas o ato de identificar, vai tirar suas lojas do foco dessas pessoas, pois existindo na mercadoria uma etiqueta, a simples retirada dela, já vai torna-la denunciável, por qualquer pessoa que venha adquirir essa mercadoria, ou a qualquer pessoa que essa mercadoria seja oferecida.

  • Seus clientes, cadastrados em nosso sistema, estarão sempre disponíveis a você, você saberá exatamente o tempo da última compra desse cliente e qual mercadoria comprou, você poderá oferecer a esse cliente acessórios que combinem com a última compra, além da segurança, da personalização, você ainda tem uma ferramenta de marketing poderosa a sua mão.

Para os seus clientes, as vantagens também são boas.

 

Com certeza, quando uma pessoa compra um determinado objeto, ainda que ele tenha um número de série, se essa peça não estiver relacionada em um banco de dados, achar os dados de proprietário dessa peça se torna uma tarefa quase impossível.

 

Na grande maioria os produtos mais caros, tem número de série, mas a falta do banco de dados, torna esse número de série um adorno nesse objeto, pois não traduz a propriedade, quando no máximo, essa propriedade, pode estar relacionada em sede da indústria que o fabricou esse objeto, o que tecnicamente, não auxilia muito.

 

A criação de um banco de dados, para se cadastrar bens individuais, ou até mesmo empresariais, e centralizar essas informações, oferecendo o serviço de denúncia de roubo, furto ou extravio de objetos caros se tornou necessário, razão pela qual o RNBI foi lançado.

  • Uma peça identificada, é um caminho para localizar quem originariamente comprou essa peça, caso seja roubada, furtada, perdida ou encontrada em um local de crime.

  • Seu cliente, não paga nada a mais por isso, já que elas sairão de suas lojas já identificadas, levando consigo uma peça individualizada cuja a identificação remete a propriedade dessa peça a seu cliente.

  • Se seu cliente perder essa peça, ou for roubado/furtado, bastará entrar no nosso sistema e prestar essa queixa, que será gratuita. A peça cadastrada será encontrada apenas colocando o CPF no nosso sistema, que listará quantas e quaais peças o cliente tem cadastradas conosco. Uma vez denunciada, por roubo, furto ou perda essa peça será alocada em uma secção do nosso sistema de fácil acesso da polícia ou de qualquer outra pessoa que consultar o nosso sistema pelo número da peça.

 

 

 

 

 

AGENCIA ANINVA – Rua Edmundo pereira 274 – Engenho da Rainha – Rio de Janeiro – RJ – Caixa Postal 40083 – Todos os direitos reservados – By Musauer